FORMAÇÃO EM DASEINSANALYSE

Formação em Daseinsanalyse na ABD

Informações Gerais

  • Desde sua fundação, a ABD se propõe como centro de referência de Daseinsanalyse. Isto envolve:
  • - Reflexão e divulgação da Daseinsanalyse e da fenomenologia hermenêutica, destacadamente do pensamento de Martin Heidegger, de Medard Boss e de autores afins.
  • - Interlocução do pensamento heideggeriano com outras perspectivas teóricas nas áreas da psicologia, filosofia, educação e antropologia.
  • - Apresentação e explicitação dos fundamentos da prática psicoterapêutica daseinsanalítica.
  • - Formação de terapeutas daseinsanalistas.
  • - Fomento à formação continuada de terapeutas daseinsanalistas.
  • - Publicação da revista Daseinsanalyse.
  • - Atendimento e supervisão de atendimentos gratuitos coordenados no Projeto Alcance.
  • - Fomento à formação continuada de terapeutas daseinsanalistas.

    Membros Honorários da ABD

  • David Cytrynowicz
  • João Augusto Pompéia

  • Membros efetivos da ABD

  • - Angélica Gawendo
  • - Carlos Eduardo Freire
  • - Danielle Pisani de Freitas
  • - Edgard Armando Pimenta Faya
  • - Fernanda de Camargo Vianna
  • - Helio Roberto Deliberador
  • - Ida Elizabeth Cardinalli
  • - Ivete Hashimoto
  • - Marcos Oreste Colpo
  • - Maria Beatriz Cytrynowicz
  • - Maria Inês Guida
  • - Marina Genova
  • - Miguel Angelo Yalenti Perosa
  • - Rubens de Oliveira Borges Jr.

  • FORMAÇÃO DE TERAPEUTAS DASEINSANALISTAS

    • - A formação de daseinsanalistas é considerada como um processo contínuo e individual. Sua duração mínima é de 4 anos e máxima de 7 anos.
    • - Nesse período, deverão ser cumpridas todas as atividades descritas na sequência, salvo solicitação de afastamento temporário ou prorrogação de prazo aprovadas pela diretoria científica.
    • - Para o processo de formação, independentemente de experiências anteriores, os candidatos terão de cumprir as seguintes atividades:

    • I - Seleção de candidatos
      II - Cursos e seminários
      III - Prática
      IV - Orientação
      V - Terapia própria
      VI -Trabalho escrito

    I – Seleção de Candidatos

      I a – Requisitos

      1- O candidato deverá ter concluído os cursos de Psicologia ou Medicina e apresentar diploma devidamente registrado em entidades de classe.
      2- O candidato deverá estar em processo terapêutico pessoal e de supervisão de atendimento clínico em Daseinsanalyse, com membro efetivo da ABD.


      I b – Seleção

      1- O candidato deverá preencher uma ficha de inscrição.
      2- O candidato deverá apresentar carta explicitando o seu interesse pela formação em Daseinsanalyse, acompanhada de curriculum profissional especificando sua atividade prática como psicólogo clínico. Nesta carta deverão constar as seguintes informações:

      - Formação profissional: curso, instituição e ano de conclusão
      - Descrição da atividade como psicólogo
      - Histórico de supervisão clínica: nome do(s) supervisor(es), duração e modo de realização.
      - Histórico de psicoterapia pessoal: nome do(s) terapeuta(s), duração e frequência de realização.
      - Trabalhos publicados e/ou apresentados em colóquios, simpósios, etc.
      - Cursos frequentados na ABD, com a respectiva duração.
      - Outros cursos pertinentes

      3- O candidato deverá passar por 1 (uma) entrevista com 01 (um) membro efetivo da ABD.
      4- Nessa entrevista o candidato deverá escolher um orientador – entre os membros efetivos da ABD indicados – com o qual não tenha vinculação terapêutica, que o acompanhará durante o seu processo de formação, conforme item IV 1 deste boletim;

      Obs:

      Casos que não estiverem em acordo com qualquer dos itens 1a e 1b, acima descritos, deverão ser analisados individualmente.


      II - Cursos e Seminários

    • 1- O candidato deverá frequentar cursos obrigatórios e complementares conforme a grade curricular oferecida pela ABD.
      2- Os cursos obrigatórios são os que apresentam temas fundamentais para a prática daseinsanalítica. O candidato deverá participar de 330 horas, atendendo a um limite máximo de 02(dois) cursos simultâneos.
      3- Os cursos complementares – optativos e semestrais - ampliam as possibilidades de entendimento da Daseinsanalyse em setores mais específicos. O candidato deverá participar de 03(três) cursos complementares ao longo da formação, totalizando um mínimo de 90 horas.
      4- O candidato deverá participar dos Encontros Mensais e Seminários Cínicos.

      Obs:

      1- Os cursos oferecidos em cada semestre serão comunicados com antecedência.
      2- Para a formação em Daseinsanalyse, cursos anteriores poderão ser reconhecidos mediante análise da comissão de formação.

    • II a - Cursos Obrigatórios

      1 - Fundamentos para a compreensão da terapia daseinsanalítica (30 horas em 1 semestre).

      Este curso tem como objetivo introduzir as proposições da fenomenologia hermenêutica de Martin Heidegger como método de investigação e suas implicações fundamentais na prática daseinsanalítica como situação terapêutica.

    • 2 - O pensamento de Heidegger em Ser e tempo (120 horas em 4 semestres).

      Este curso destina-se à leitura do livro Ser e tempo, abordando questões como: homem, mundo, realidade e ser. Como na prática psicoterápica estas questões estão sempre presentes, refletir sobre elas – mantendo o rigor heideggeriano - é o objetivo deste curso.

    • 3 - Daseinsanalyse e a psicopatologia (60 horas em 2 semestres).

      O objetivo deste curso é apresentar as noções de saúde, doença e etiologia, descrevendo patologias, como os denominados transtornos depressivos, compulsivos e esquizofrênicos, a partir do enfoque fenomenológico- existencial - em especial a Daseinsanalyse de Medard Boss.

    • 4 - Daseinsanalyse e a psicoterapia (60 horas em 2 semestres).

      O objetivo deste curso é apresentar a Daseinsanalyse, como processo terapêutico compartilhado e compreensivo, a partir do pensamento fenomenológico-existencial, especialmente de Medard Boss.

      5 - Leitura dos Seminários de Zollikon I (30 horas em 1 semestre).

      A proposta deste curso é orientar a leitura dos seminários desenvolvidos por Martin Heidegger, com a colaboração de Medard Boss, para alunos médicos e psicoterapeutas, a fim de promover o entendimento das questões fundamentais do pensamento heideggeriano e discutir suas implicações na prática da medicina e da psicoterapia.


      II b - Cursos Complementares

      1 - Estudos de textos de Heidegger.

      2 - Questões da terapia daseinsanalítica.

      Este curso procura compreender a prática da terapia daseinsanalítica como decorrência de pressupostos gerais da fenomenologia, abordando especialmente o pensamento de Martin Heidegger.

      3 - Leitura dos Seminários de Zollikon II.

      A proposta deste curso é orientar a discussão de temas desenvolvidos nos diálogos entre Martin Heidegger e Medard Boss na 2a parte do livro Seminários de Zollikon e suas implicações na prática da medicina e da psicoterapia.

      4 - Daseinsanalyse e Infância.

      Este curso tem como objetivo apresentar a Daseinsanalyse como perspectiva terapêutica com crianças e discutir as principais especificidades desta abordagem.

      5 - Psicofarmacologia básica.

      Este curso discutirá o sentido da medicação no horizonte do homem como Dasein e a eficácia e os efeitos mais diretos ou colaterais dos medicamentos psiquiátricos mais usuais.

      Obs:

      Outros cursos poderão ser oferecidos em caráter optativo.


      II c - Seminários Clínicos

      Visando ao aprofundamento do entendimento da prática daseinsanalítica, à convivência e consequente troca de experiências, entre os participantes durante o período de sua formação, o candidato deverá participar de reuniões para apresentação e discussão de casos e questões relativas ao atendimento clínico. Esses encontros ocorrerão entre o grupo de formandos e os membros da ABD. O candidato deverá fazer uma exposição, de um atendimento realizado por ele, pelo menos 01(uma) vez.

      III - Prática

      III a - Atendimento clínico

      1- O candidato deverá realizar o atendimento clínico no mínimo de 3 (três) pessoas, em período não inferior a 3 (três) anos. Pelo menos um dos casos acompanhados por ele deverá ter a duração contínua mínima de um ano.
      2- Esses atendimentos clínicos, neste período, deverão ser supervisionados por um membro efetivo da ABD.
      3- O candidato poderá realizar esses atendimentos junto ao Projeto Alcance.
      4- No caso dos atendimentos vinculados ao Projeto Alcance, deverá o candidato comprometer-se a realizá-lo até o seu encerramento, independente da conclusão de sua formação na ABD.
      5- A mudança de terapeuta do paciente encaminhado pelo Projeto Alcance, somente será possível com a anuência do supervisor.

      III b - Supervisão

      1- O objetivo da supervisão é exercitar a compreensão e a ampliação do entendimento da experiência do paciente, situado em seu próprio existir, e o acompanhamento das peculiaridades e singularidades da continuidade do processo terapêutico daseinsanalítico.
      2- A supervisão deverá ser realizada por membro efetivo da ABD, ou profissional reconhecido por esta Associação, devendo ocorrer:
      - em grupo, composto por outros candidatos, com duração mínima de 100(cem) sessões. Esta supervisão poderá ocorrer vinculada ao Projeto Alcance.
      - individual, com duração mínima de 100(cem) sessões.

      IV - Orientação

      1- O candidato deverá ser acompanhado, em seu processo de formação como terapeuta daseinsanalista, por um orientador – indicado entre os membros efetivos da ABD – com o qual não tenha vinculação terapêutica. Este deverá orientar o candidato na realização dos itens requisitados para a conclusão da formação e esclarecer dúvidas referentes à Associação e eventuais dificuldades pessoais.
      2- O candidato deverá encaminhar ao seu orientador qualquer questão ou dúvida para os devidos esclarecimentos, no início e no decorrer de seu processo de formação.
      3- O candidato deverá informar ao orientador sobre a sua presença nos seminários clínicos.
      4- O candidato deverá apresentar ao orientador no final do processo de formação, relatório especificando:
      - Atividades práticas e teóricas realizadas;
      - Duração com as datas de início de seu processo de terapia pessoal e supervisão, junto a documentos comprobatórios dos profissionais;
      5- O candidato deverá apresentar comprovante de conclusão dos cursos realizados na ABD, com respectivas cargas horárias.
      6- Para finalizar sua formação na ABD, o candidato deverá apresentar monografia de conclusão, conforme item VI deste boletim;
      7- o candidato deverá ser acompanhado por orientador no desenvolvimento da monografia.

      Obs:

      1 - A orientação de trabalho escrito e a orientação de processo de formação poderão ser realizadas pelo mesmo orientador.
      2 - Os orientadores seguirão critérios comuns para os encaminhamentos necessários, sempre observando a singularidade de cada candidato.

      V - Terapia Própria

      1- A experiência pessoal do processo terapêutico na abordagem daseinsanalítica é considerada parte essencial da formação em Daseinsanalyse. Tal experiência deverá ser realizada com um dos membros efetivos da ABD.
      2- A estimativa da duração da terapia própria em Daseinsanalyse para o desenvolvimento do candidato é de, no mínimo, 200 horas/clínicas.


      VI - Trabalho Escrito

      1- Durante sua formação, o candidato deverá desenvolver uma monografia que reflita o atendimento clínico baseado na própria experiência e nos estudos realizados e/ou que desenvolva uma temática específica de orientação daseinsanalítica.
      2- O desenvolvimento desta monografia deverá ser acompanhado por um orientador de trabalho.
      3- O trabalho escrito deverá ser encaminhado pelo orientador para uma comissão de 03 (três) membros efetivos da ABD que dará o devido parecer. Este parecer será encaminhado para ratificação em Assembleia e, posteriormente, informado ao candidato.

      VII- Sobre os custos

      - Taxa de inscrição: R$ 100.00
      - Os custos referentes à terapia, supervisão não vinculada ao Projeto Alcance e orientação da monografia, deverão ser acordados diretamente com os profissionais escolhidos.
      - Para a confecção do documento de conclusão do processo, haverá um custo a ser definido oportunamente.

      DOCUMENTO DE CONCLUSÃO DA FORMAÇÃO

      No final do processo de formação da ABD, o candidato receberá um documento descritivo das atividades realizadas (cursos, seminários, atendimentos clínicos e supervisão) com a duração de cada uma delas. Esse documento formalizará a conclusão da formação do terapeuta daseinsanalista pela ABD.

      CORDENADORIA DE FORMAÇÃO
      Maria Beatriz Cytrynowicz

SUBIR